Tuesday, February 14, 2006

O fim do último dia

Parece dramático, mas não foi.
Não porque seja fácil deixar os amigos e o lugar onde você viveu tanta coisa,
mas sim porque depois de muito ir e vir a gente aprende que não existe "deixar" quando se trata de amigos.

Há um ano atrás eu saí de um lugar que amava, me separei fisicamente de amigos que amava, mudei de cidade, de vida, e no fim das contas, eu não deixei nada para trás. Ou pelo menos não o que importava.
Quem era amigo mesmo, continua amigo, e inclusive deve estar lendo este texto agora.

Quando a gente muda, a gente leva o que vale a pena e só o lixo fica para trás.
E quem é aqui que está afim de carregar lixo pela vida a fora?
Eu não estou.

Carrego amigos no peito. E olhe lá.

2 Comments:

Anonymous Babi e Theo said...

eu e o Theo vamos adorar te visitar daqui uns anos!! Acho que o Dani também vai querer ir!!!!
Beijinhos

* Boa viagem!
* Boa sorte!

10:34 AM  
Anonymous Anonymous said...

Vc tem razão...quem é amigo de verdade leu seu texto.
Vai com deus, boa sorte e que o Nick te faça cada dia mais feliz!!!!
Vou sentir sua falta
Beijão
Fabi

12:12 PM  

Post a Comment

<< Home

online blackjack
free counters